UM MINI-MUSEU VIVO DE MEMÓRIAS DO PORTUGAL RECENTE

Mini-Museu Vivo

24 a 29 de Abril | todos os dias às 16h (excepto quarta, 25, às 11h)

Teatro Municipal Joaquim Benite, Almada

Partindo dos materiais que são a base da construção de Um Museu Vivo de Memórias Pequenas e Esquecidas, que aborda, a partir das memórias das pessoas, a ditadura de 1926-1974, a revolução de 25 de Abril de 1974 e o processo revolucionário de 1974-76, o Teatro do Vestido constrói agora este Mini-Museu contado aos jovens. Nele, são revisitados muitos temas da história recente de Portugal que nem sempre se encontram nos livros do Ensino Secundário; ou que, mesmo sendo aí abordados, não o são do ponto de vista das memórias pessoais, dos pequenos objectos. Estamos rodeados de versões gloriosas sobre a história, contadas pelos grandes protagonistas militares e políticos. Este mini-museu vivo, pelo contrário, contará histórias dos anónimos que fizeram, também eles, essa história, mesmo que na história não tenha ficado o seu registo. 42 anos depois do 25 de Abril, já são os filhos de Abril que transmitem as memórias que ouviram contar, a outros para quem este passado é já um país distante. E, no entanto, como mostra este espectáculo, este passado faz muito daquilo que é o nosso presente. Não o conhecer, não saber como chegámos até aqui, é como faltar-nos um mapa para o futuro.

Texto, direcção e interpretação: Joana Craveiro
Colaboração criativa: Rosinda Costa e Tânia Guerreiro
Desenho de luz: João Caculho
Produção: Cláudia Teixeira
Estagirária de produção: Mafalda Rôla
Estagirários ESAD: Joana Margarida Lis, João Diogo Ferreira, Vera Bibi

Duração: 75 minutos
M/12

Para mais informações, por favor consulte o site do Teatro Municipal Joaquim Benite

O Teatro do Vestido é uma estrutura financiada pela República Portuguesa / Ministério da Cultura/ Direcção-Geral das Artes

This entry was posted in TdV. Bookmark the permalink.