Nova estreia do Teatro do Vestido para o CITEMOR’19

Teatro do Vestido CITEMOR'19 (3)

 

Estreia no próximo dia 15 de Agosto com repetição a 16, o novo projecto do Teatro do Vestido para a edição de 2019 do CITEMOR. Um espectáculo único, resultado de residência artística nas salinas da Figueira da Foz.

depois de ter apresentado em 2018 no CITEMOR a sua leitura dos diários de campo e outros materiais que decorreram da observação do trabalho nas salinas da Figueira da Foz (chamou-se Pontes de Sal), o TdV regressa agora para mais uma etapa deste projecto.
Em 2018 escrevíamos:

qualquer coisa como teatro-poema enquanto forma de escavar,
desenterrar o que se quer enterrado e apagado, nessa voracidade de se pensar
o futuro sempre para hoje, e tanta coisa nova para agarrar, comprar, descobrir.
Ou: este plano tão bem montado do esquecimento.
A bem de um presente sem memória.

E em 2019 escrevemos,

Teatro-poema-conferência. Escavar, ainda. Desenterrar, ainda.
As salinas como espelho, as mãos gretadas do trabalho, o sal das palavras, as feridas abertas e o sal por cima, o sal-moeda-de-troca,
a vida a vida a vida.
O sal como perseverança ou,
como alguém disse,
como amor.

Ou de como o amor e o sal combinam tão bem nestas paisagens de salicórnias e outra vegetação.

Teatro do Vestido Citemor
Posted in TdV | Comments Off

Conferência Performática apresentada em Madrid

Silencios Persistentes_PT

Posted in TdV | Comments Off

Paisagem com Pessoas – Estreia em Monção e continua digressão pelo Alto Minho até 13 de Julho

Paisagem com Pessoas 1_(c) Joao Coutinho Comedias do Minho

 Foto: © João Coutinho | Comédias do Minho

Paisagem com pessoas

uma parte da Viagem a Portugal, do Teatro do Vestido

Estreia 15 Junho, Monção Cine-Teatro João Verde
Digressão Alto Minho até 13 Julho

Como parte do seu projecto mais amplo de reflexão sobre Portugal, que lhe ocupa grande parte de 2019, o TdV tem desenvolvido desde Janeiro deste ano uma colaboração com as Comédias do Minho, para a criação de Paisagem com Pessoas, primeira paragem do projecto Viagem a Portugal.

Anima-nos (ou não nos anima, mas inquieta-nos) a frase de Alexandre O’Neill, “Portugal, questão que tenho comigo mesmo…” Isso. E também nos serviu de inspiração, por exemplo, José Saramago, na obra de cujo título nos apropriámos, e que escreve, “Esta viagem vai no princípio, e sendo o viajante escrupuloso como é, aqui lhe morde o primeiro sobressalto. Afinal, que viajar é este?” (José Saramago, in Viagem a Portugal).

Em Setembro, a nossa Viagem a Portugal parará no Festival Materiais Diversos, em Alcanena; em Novembro em Loulé; e, por fim (mas será mesmo o fim), Viseu, em Dezembro. Mas será outra viagem, se nos entendem. Não será o mesmo elenco, não será o mesmo texto, não será o mesmo espectáculo – como poderia?

Por isso, por ora, Minho. Território amplo e cheio de contrastes, verde, pedra, água. Comédias do Minho, companhia que se funda e que habita o território. E nós aqui dados à costa como quem não sabe, como quem pergunta, como quem quer saber. Longe de casa, sim, à procura, à procura. Sobre este espectáculo que agora estreamos, escrevemos assim:

Paisagem com Pessoas

 

A isto, acrescentaríamos: um projecto que circula por territórios, que afirma, “Lá de cima, vê-se melhor”. Que, com este “lá de cima” está provavelmente a querer dizer: vê-se melhor a partir de dentro.

Monção Cine-Teatro João Verde, 15 e 19  de Junho às 21h30

Valença Antiga Alfândega, 21 e 22 Junho às 21h30

Paredes de Coura Centro Cultural, 29 e 30 Junho às 22h00

Vila Nova de Cerveira Auditório Fórum Cultural, 5 e 6 de Julho às 21h30

Melgaço Casa da Cultura, 12 e 13 Julho às 21h30

Entrada Livre, sujeita à lotação das salas

TEXTO E DIREÇÃO Joana Craveiro COCRIAÇÃO E INTERPRETAÇÃO Comédias do Minho: Joana Magalhães, Luís Filipe Silva e Rui Mendonça. Teatro do Vestido: Ana Lúcia Palminha, Estêvão Antunes, Rosinda Costa e Tânia Guerreiro MÚSICA (composição e interpretação) Francisco Madureira FIGURINOS Tânia Guerreiro DESENHO DE LUZ Vasco Ferreira ASSISTÊNCIA, MANIPULAÇÃO DE DOCUMENTOS E OPERAÇÃO VÍDEO DIRECTO Mafalda Pereira DIRECÇÃO DE PRODUÇÃO Comédias do Minho: Pedro Morgado. Teatro do Vestido: Alaíde Costa CO-PRODUÇÃO Comédias do Minho e Teatro do Vestido
Francisco Madureira e Mafalda Pereira participam nesta criação ao abrigo de um estágio curricular da ESAD.CR.

Mais informações aqui


Apoio: República Portuguesa – Cultura / Direcção-Geral das Artes

DGARTES

Posted in TdV | Comments Off