DESVER, uma breve performance sobre um país ocupado por outro.

Desver,
uma breve performance sobre um país
ocupado por outro.

“you cannot unsee once you have seen.”
Aja Monet

foi uma viagem.
o avião não parou no aeroporto daquele país, foi noutro.
aquele país não vinha no mapa.
mas, se passássemos por checkpoints e muros e outras fronteiras,
chegávamos lá.
a uma parte de um país que tinha sido inteiro em tempos.
ele disse, escrevam tudo já, não esperem
escrevam enquanto ainda está quente.

e eu escrevi.

Joana Craveiro/
Teatro do Vestido


31 de Maio às 23h00
(versão em inglês, sem legendas)
IndiebyNight
Drama Bar Lisboa
Bar Oficial do IndieLisboa | Festival Internacional de Cinema

Entrada livre, limitada à lotação.


texto, criação, interpretação : Joana Craveiro
assistência, colaboração: Henrique Antunes

apoio à residência artística: Largo Residências – Quartel do Largo do Cabeço de Bola.

apoio: Alkantara, A PiSCiNA, Biblioteca Municipal do Barreiro, BOTA, Carmo 81, Casa do Comum, Chão de Oliva Cooperativa Mula, Coletivo pela Libertação da Palestina, CRL – Central Elétrica, dISPAr, Do Imaginário, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas – NOVA FCSH, Fundação José Saramago, Gira Sol Azul, O Espaço do Tempo, ISPA, Sismógrafo, Teatro do Bolhão.



O TEATRO DO VESTIDO TEM O APOIO DE

Posted in TdV | Comments Off on DESVER, uma breve performance sobre um país ocupado por outro.

Um Museu Vivo de Memórias Pequenas e Esquecidas | 31 de Maio – ADIADO

Foto ©Estelle Valente

Queríamos agradecer toda a solidariedade de colegas e amigos face ao nosso comunicado publicado ontem.

De facto, a situação por nós descrita ressoou com experiências de outros criadores artísticos no terreno, face a estruturas de programação e compromissos quebrados, muitas vezes por motivos arbitrários alheios aos próprios criadores. Estas situações devem ser constantemente tornadas públicas e reportadas à tutela, pois é a única forma de podermos em conjunto construir relações mais saudáveis entre estruturas de criação e de programação, que se fundem em laços de confiança e em compromissos honrados. Bem-haja a todos, todas, todes pela vossa solidariedade, palavras e encorajamentos.

Gostaríamos agora de informar a comunidade sobre os desenvolvimentos deste caso: recebemos hoje de manhã um telefonema do Vereador da Cultura da Câmara Municipal de Matosinhos. Nessa conversa foi possível perceber da parte da autarquia a vontade de resolver a situação, começando por tentar reconstituir todos os episódios que levaram ao cancelamento do espectáculo.

Estamos neste momento a trabalhar para encontrar as melhores datas para o reagendamento do espectáculo, tendo a garantia de que todas as despesas a ele inerentes serão asseguradas pela autarquia e pelo teatro em questão.

Nesse sentido, este nosso comunicado substitui o anterior, com a certeza de que o diálogo franco e honesto e a boa comunicação entre agentes culturais são o melhor caminho para a construção de uma forma mais democrática de programar e ser programado.

Na aproximação de mais um concurso de Apoio às Artes da DGArtes, apelamos a que este diálogo se instale cada vez mais como forma de interacção entre os agentes culturais, na certeza de que trabalhamos tod@s para dar resposta a um direito constitucional que é o da cultura.


#tecidoculturalportuguês
#fazerdiferente
#honrarcompromissos
#50anos25deAbril


O TEATRO DO VESTIDO TEM O APOIO DE

Posted in TdV | Comments Off on Um Museu Vivo de Memórias Pequenas e Esquecidas | 31 de Maio – ADIADO

Um Museu Vivo de Memórias pequenas e esquecidas

um espectáculo de Joana Craveiro | Teatro do Vestido
digressão 2024 | 50 anos do 25 de Abril

Foto ©Estelle Valente

Nesta digressão de 2024 de Um museu vivo, acompanhamos de perto as comemorações do 50º aniversário do 25 de Abril, tal como o fizemos há 10 anos atrás. Observamos, analisamos, dissecamos, reflectimos.

A memória não está fechada. A sua natureza é a de uma construção permanente. O significado de um dado acontecimento históricos torna-se, por isso, campo de batalha das subjectividades várias, ideologias e intepretações que se jogam nas diferentes tentativas de inscrever no espaço público uma versão ‘definitiva’ sobre um determinado acontecimento. 50 anos é uma fracção de segundo na história do planeta e, na história de um país, é também um tempo reduzido. Mas permite-nos, a esta distância e com alguns dos agentes e sujeitos dessa história ainda vivos, perceber como foram vividos esses tempos que ainda hoje nos formam e condicionam no nosso presente e nos permitem construir futuros.

Este espectáculo é sobre isso.

Tal como a memória não é estática, também este trabalho vive desta relação próxima com a forma como a inscrição da História no espaço público, os usos públicos da memória e as políticas da memória vão evoluindo e nos vão fazendo evoluir na nossa apreensão e interpretação dos acontecimentos que o espectáculo aborda.

Este é um museu vivo e como entidade viva que é, abre-se a novos materiais, novas histórias e a novos olhares poéticos que nos permitam construir presentes e passados com base nos passados que aqui se contam.

Joana Craveiro


Digressão 2024 | 50 anos do 25 de Abril

Coimbra | Teatro Académico Gil Vicente – 3 e 4 de Maio
Matosinhos | Teatro Municipal Constantino Nery – 31 de Maio (ADIADO)
Santarém | Teatro Sá da Bandeira – 23 de Junho

M/12
duração 6h30 (aprox.), jantar incluído

Investigação, texto, direcção e interpretação: Joana Craveiro
Colaboração criativa e assistência: Rosinda Costa (na versão de 2014-16) e Tânia Guerreiro
Figurinos: Ainhoa Vidal
Desenho de Luz e adaptação técnica: João Cachulo
Montagem e operação de luz: Cristóvão Cunha
Operação de som: Igor de Brito
Operação de video: Henrique Antunes
Direcção de produção: Alaíde Costa
Apoio: Estêvão Antunes
Parceria Abril é Agora
Apoio técnico FXRoadlights

Um Museu Vivo de Memórias Pequenas e Esquecidas estreou-se em 2014, no contexto da Tese de Doutoramento de Joana Craveiro. A realização da tese contou com o apoio de República Portuguesa – Ciência e Tecnologia, Fundação para a Ciência e Tecnologia, QREN – Quadro de Referência Estratégico Nacional, UE – Fundo Social Europeu.



O TEATRO DO VESTIDO TEM O APOIO DE

Posted in TdV | Comments Off on Um Museu Vivo de Memórias pequenas e esquecidas