MAPA MUNDI

040_Mapa Mundi_(ensaio estudio)_©brunosimao_©Bruno Simão

Mapa Mundi, o novo espectáculo do Teatro do Vestido com a Companhia Maior, é uma ficção científica autobiográfica e estreia no dia 9 de Novembro no Pequeno Auditório do Centro Cultural de Belém. 

 

Mapa Mundi é o resultado de um encontro entre a Companhia Maior e o Teatro do Vestido. É, por isso, um espectáculo de partilha e de descoberta mútua – uma construção a meias entre formas de fazer e de funcionar. É também um espectáculo onde estão presentes diferentes gerações de pessoas – e isso, é rico, é desafiante, é entusiasmante – e é bom. Aquilo de que se fala em Mapa Mundi – a construção de um novo mundo – é, por isso, também, uma metáfora deste encontro materializado entre duas formas de fazer por parte de dois grupos distintos de pessoas, naquela terra aonde eles chegam em conjunto – para povoar, para construir. Para descobrir, enfim. Para se descobrirem.

9, 10 e 12 de Novembro, às 21h / 11 de Novembro às 16h | Pequeno Auditório do CCB 

Texto, direcção e encenação: Joana Craveiro
Interpretação: Estêvão Antunes, Inês Rosado, Pedro Caeiro, Simon Frankel, Tânia Guerreiro (Teatro do Vestido) e Angelina Mateus, Carlos Fernandes, Carlos Nery, Catarina Rico, Cristina Gonçalves, Elisa Worm, Isabel Simões, João Silvestre, Jorge Leal Cardoso, Júlia Guerra, Kimberley Ribeiro, Manuela de Sousa Rama, Maria Emília Castanheira, Maria Helena Falé, Maria José Baião, Mário Figueiredo, Paula Bárcia (Companhia Maior)
Música: BlackBambi (Miguel Bonneville)
Figurinos: Tânia Guerreiro
Desenho de luz: João Cachulo
Cenografia: Carla Martinez
Som: Sérgio Milhano | Ponto Zurca
Produção: Cláudia Teixeira, Joana Cordeiro e Luís Moreira
Co-produção: Teatro do Vestido, Companhia Maior e CCB

Para mais informações sobre o espectáculo, por favor consulte o site do CCB

 

O Teatro do Vestido é uma estrutura financiada pelo Governo de Portugal / Ministério da Cultura/ Direcção-Geral das Artes

Print_OG_SEC_4C_H_FCdgartes_logo

This entry was posted in TdV. Bookmark the permalink.

Comments are closed.